-

música: playlist das capricornianas

Olá, meninas!

Para iniciar o ano em grande estilo, preparei uma playlist especial para as capricornianas! O décimo signo do zodíaco é muito especial para mim. Como todos que pertencem ao elemento Terra, a capricorniana é mais reservada, contida e focada.

Se você não está familiarizada com as capricornianas, deixo aqui uma breve descrição:
Honradez, integridade e prudência. Pessimista ou desconfiada. Pensativa. Dificilmente pode ser desencorajada a prosseguir em uma tarefa que iniciou. São cheias de fé, frugais, práticas e capazes de assumir enormes responsabilidades.

Agora é hora de escutar as músicas que definem tão bem as nativas do signo.


E ai, o que achou? Deixe seu comentário!
Mia Fernandes

o que é o coletor menstrual


Olá, meninas!

Hoje o assunto é algo que já vem despertando minha curiosidade há tempos. Muitas amigas já haviam me falado sobre o coletor menstrual e como ele havia simplificado a vida delas.
Fui correndo para a farmácia procurar a novidade e para minha surpresa, não encontrava o bendito em nenhum lugar nas redondezas. Já estava quase desistindo quando a Fleurity Brasil me presenteou com um kit com dois coletores!

Antes de testar, fui procurar o máximo de informações para tirar todas as dúvidas! Como sei que várias garotas também estão curiosas, resolvi criar um pequeno guia com o básico que você precisa saber sobre o misterioso copinho!

Não é meio caro?
A longo prazo, é bem mais barato. Por exemplo, o coletor menstrual da Fleurity custa somente R$ 79,90 (somente as últimas mil unidades, então corre lá e compre o seu kit).
Você sabia que uma mulher gasta cerca de R$ 100,00 com absorvente externo em um ano?
O coletor menstrual dura até dez anos! Quanto você gastaria com absorvente nesse período? Mil reais! Olha só que economia maravilhosa!

Será que é confortável?
Primeira coisa que me chamou a atenção é que existem dois kits Fleurity no mercado: um com coletor para mulheres com mais de 30 anos e que já possuem filhos e outro que é recomendado para mulheres com menos de 30 e sem filhos.
Independente do modelo, ele é 100% de silicone hipoalergênico e antibacteriano. Se corretamente introduzido, ele não incomoda como o absorvente interno.
Olhem esse gráfico com a diferença:

Mas isso nunca caberá em mim!
O bacana do coletor menstrual é que ele é bem maleável e dobrável. Ao colocar no seu corpo, você só precisa dobrar e introduzir na vagina (sem colocar até o fundo. Igualzinho você sempre fez com o absorvente interno). 
Após a inserção, o coletor vai abrir e fazer um pequeno barulhinho (e isso é um ótimo sinal! Significa que você dominou a arte de colocar o coletor menstrual. Parabéns!)



Será que vai sair do lugar?
Não! Se você colocar direitinho, o assoalho pélvico fará o trabalho para mantê-lo no lugar correto.

Como higienizar?
Tudo o que você precisa é de água fria e sabão neutro. Tome cuidado e não use outros produtos (já que eles podem danificar o silicone).

Rola utilizar o coletor menstrual durante o sexo?
Infelizmente, não dá. 

Gera algum tipo de odor?
Não! O sangue não entra em contato com oxigênio e portanto, você está livre daquele odor que geralmente é causado por absorventes externos. 

Por quanto tempo devo utilizar o coletor?
O coletor Fleurity aguenta entre oito e doze horas de fluxo! Após esse tempo, higienize o seu coletor ou troque pelo outro que veio no kit!

Tá, mas eu ainda não estou convencida. Me dá uns motivos para utilizar o coletor menstrual?
Opa, mas é claro:
❤  O silicone do coletor é antialérgico. 
❤ Nunca mais você precisa ficar encanada, pedindo para a miga olhar seu bumbum e checar se o absorvente está marcando.
❤  Como ele não absorve nada (só coleta o sangue), não interfere na lubrificação da sua vagina ou no pH dela.
❤  Eco-friendly. 
 Liberdade para fazer exercícios sem aquele desconforto típico do absorvente externo (e poder curtir a praia e piscina numa boa).

Olha só que kit gracinha: além de tudo tem até sacolinha para você guardar o seu coletor de forma bem segura. 

E aí, vamos testar? Prometo que depois volto aqui e conto toda a minha aventura com o copinho para vocês!
Mia Fernandes

demonstre sua gratidão


No final do ano passado, resolvi embarcar em uma jornada de self-love (ou autoajuda) e comecei a ler todo material que tivesse o potencial para me inspirar a viver uma rotina melhor. Queria criar melhores hábitos e tentar ver a vida com outros olhos.
Eu nunca prestei muita atenção nos pequenos detalhes. Como a boa pisciana que sou, sempre tive certa dificuldade de viver o agora. Minha cabecinha sempre vagava para o amanhã e por consequência, eu sempre estava muito ocupada com os problemas que ainda estavam por vir.

Quando eu li O Que Eu Sei de Verdade da Oprah Winfrey, fiquei encantada com a maneira como ela enxergava a vida e principalmente, com sua história cheia de adversidades e superações. Entretanto, a passagem que mais me marcou era aquela em que ela falava sobre a importância de manter um Diário de Gratidão (ou Gratitude Journal).
Naquele capítulo, ela revisitava um dos seus antigos diários e percebia o quanto era mais feliz na época do que naquele momento.

Qual era a diferença? Como ela muito sabiamente concluiu, manter aquele diário lhe dava motivos para tentar encontrar o lado bom da vida todos os dias, viver no presente e desfrutar as pequenas coisas.
Particularmente, nunca fui fã da ideia de manter um diário com motivos para ser grata. Eu estava sempre insatisfeita com algo e minha vida não era nem um pouco interessante. O que eu escreveria?
No fim, fui convencida pelo argumento da Oprah, peguei um moleskine que estava sem uso aqui em casa e comecei meu diário de gratidão.

Todo santo dia, eu listava cinco motivos de gratidão. Como em um passe de mágica, comecei a me sentir grata por cada pequena coisa em minha vida. O livro maravilhoso que terminei? Foi para o diário. Aquele frapuccino delicioso que tomei? Está no diário. Poder colaborar financeiramente com os músicos que sempre tocam alegremente no metrô? Mais um motivo para ser grata!

Desde Abril de 2015, monitoro meu humor do dia com a ajuda de um app. Eu sempre estive no limiar entre "neutra" e "insatisfeita". Desde que comecei a demonstrar gratidão em minha vida, meu humor deu uma guinada incrível e estou quase sempre com um ótimo humor.

Para finalizar, eu proponho um experimento: vamos tentar manter um diário de gratidão por uma semana? Na próxima quarta-feira, volto aqui para compartilhar com vocês todos os motivos de gratidão que encontrei nessa semana e gostaria que vocês fizessem o mesmo.

E aí, quem topa o desafio?
Mia Fernandes

literatura: os lançamentos de 2016


Olá, meninas!

Como foi o Réveillon de vocês? Curtiram bastante? Com as energias renovadas e pronta para mais um ano repleto de coisas boas, estou tentando me tornar uma leitora mais assídua e completar o desafio de ler 40 livros até 31 de Dezembro de 2016.

Será que consigo completar essa meta?

Só sei de uma coisa: estou BEM animada com algumas lançamentos esse ano. Olha só o que eu não vejo a hora de ler:

Lady Midnight (The Dark Artifices #1)
Cassandra Clare

Los Angeles. Fazem cinco anos desde os acontecimentos de Os Instrumentos Mortais, quando os Nephilim chegaram à beira de seu próprio esquecimento, e a Caçadora de Sombras Emma Castairs perdera seus pais. Após o sangue e a violência que presenciara quando era criança, Emma dedicou sua vida à descobrir exatamente o que matara seus pais, e em conseguir sua vingança.
Criada no Instituto de Los Angeles com a família Blackthorn, Emma se tornou parabatai de seu melhor amigo, Julian Blackthorn. Uma série de assassinatos na cidade chamam sua atenção – eles parecem ter muitas características semelhantes com as mortes de seus pais. Poderia o assassino ser a mesma pessoa? E sua atenção não é a única a ser voltada para isso: alguém também está matando seres do Submundo. O Povo das Fadas fazem um trato com o Instituto: Se os Blackthorns e Emma investigarem as mortes, eles retornarão Mark Blackthorn à seu lar.
O problema: eles têm apenas duas semanas para encontrar o assassino. Caso contrário, será uma guerra declarada entre as fadas e os Nephilim. Os Caçadores de Sombras do Instituto devem correr contra o tempo para encontrar o assassino, mesmo quando começam a suspeitar do envolvimento dos mais próximos a eles.
Ao mesmo tempo, Emma está se apaixonando pela única pessoa no mundo que ela é proibida de amar pela Lei dos Caçadores de Sombras. Acontecendo no brilhante pano de fundo que é Los Angeles dos dias atuais, Emma deve aprender a confiar em sua mente e em seu coração, enquanto investiga esse enredo demoníaco que se espalha desde as boates conduzidas por feiticeiros na Sunset Strip, até o mar encantado que banha as praias de Santa Mônica.

Lançamento (USA): 8 de Março de 2016

Tell the Wind and Fire
Sarah Rees Brennan

Tell the Wind & Fire é sobre uma jovem garota chamada Lucie que vive em uma Nova Iorque muito diferente da Nova Iorque que conhecemos: a cidade está dividida em dois tipos de magia e a própria família de Lucie foi separada há anos atrás por esse conflito. Lucie usa anéis mágicos e carrega uma grande culpa que não pode dividir com ninguém.
A alegria da sua vida é seu namorado Ethan, mas aparentemente, ele também tem um segredo: um doppelganger desalmado criado por magia negra, que esconde um rosto idêntico ao de Ethan com um capuz que ninguém além de um mago da Luz com anéis mágicos pode retirar.
E por razões que ninguém compreende, ele salva a vida de Ethan!

Lançamento (USA): 5 de Abril de 2016

A World Without You 
Beth Revis

Após a inesperada morte de sua namorada, um adolescente que sofre com delírios e está convencido que pode viajar no tempo para salvá-la.
Quando ele tinha dez anos, Bo dizia que havia testemunhado o Titanic bater em um iceberg. Aos 15, ele esteve nos campos de batalha da Guerra Civil, completamente horrorizado pelos corpos que o cercavam.
Então, quando ele descobre que seus pais vão mandá-lo para uma escola para jovens problemáticos, Bo passa a acreditar que ele está indo para a Academia, uma escola para jovens que, tal como ele, tem "superpoderes". Na Academia, Bo se apaixona por Sofia, uma garota quieta com um passado trágico e com o superpoder da invisibilidade.
Sofia ajuda Bo a se abrir de uma forma como ele nunca fez antes. Em retorno, Bo conforta Sofia, que perdeu sua mãe e suas irmãs quando era muito jovem.
Mas mesmo a força desse amor não é suficiente para que Sofia escape sua profunda depressão. Após sua morte, Bo não acredita que ela realmente morreu. Ele acredita que ela está presa em algum lugar no tempo - que de alguma forma, ele a deixou no passado e que é sua missão salvá-la.
Conforme Bo, se torna cada vez mais determinado a salvar Sofia, ele precisa decidir se enfrentará seus demônios cara-a-cara ou se sucumbirá ao estado mental que o deixa estar com a garota que ele ama.

Lançamento (USA):
19 de Julho de 2016

Drew (Changers #1)
T. Cooper e Allison Glock-Cooper

A Líder de Torcida, o Nerd, o Atleta e o Estranho. E se você tivesse que ser os quatro ao mesmo tempo? O primeiro livro da saga Changers, DREW, começa na tarde do primeiro dia do colegial de Ethan Miller, em uma nova cidade.
Ele finalmente tem um corte de cabelo que ele não odeia, cresceu alguns centímetros desde o ginásio e não vê a hora de tentar entrar para o time de futebol.Finalmente, tudo em sua vida está indo em bem. Até a próxima manhã em que Ethan acorda como uma garota.
Ethan é um Changer, uma antiga raça de humanos que vive cada um dos seus quatro anos do colegial como uma pessoa diferente. Depois da formatura, os Changers escolhem qual versão eles escolherão viver para sempre.
Ethan precisa viver como Drew Bohner e navegar as águas perigosas do seu primeiro ano, enquanto segue as regras.
- Nunca contar a ninguém o que você realmente é.
- Nunca desobedecer o Conselho dos Changers.
- E nunca, nunca, se apaixonar por outro Changer.
Drew também precisa lutar contra um sindicato "underground" chamado de "Abiders" e suportar a sádica queen bee da escola, Chloe.
E ela nem pode contar com a ajuda da sua melhor amiga Audrey, que nem ao menos sabe quem ela é, sem arriscar suas vidas.

Lançamento (USA): 12 de Janeiro de 2016

Agora eu quero saber: quantos livros vocês planejam ler esse ano? Me contem tudo nos comentários!
Mia Fernandes