-

recomendações de podcasts


Olá, meninas!

Hoje resolvi que compartilharia algumas recomendações de podcasts que vocês precisam conhecer. Para quem desconhece do que se trata, um podcast é uma espécie de programa de rádio, publicada na internet e distribuída por RSS (ou seja, você pode assinar e fazer o download de novos episódios através de programas como iTunes).

Programa de rádio? Isso é sério?
Não é só sério como também é muito divertido. Se você passa muito tempo no trânsito ou curte trabalhar/estudar enquanto escuta algo, um podcast é uma ótima pedida para passar o tempo. Como eu não consigo dormir em silêncio, sempre estou ouvindo um episódio novo antes de cair no sono.

Mas como é que funciona? Toca música?
Apesar de existirem podcasts que são mais no estilo de verdadeiros programas de rádio FM (com música e tudo mais), a maioria conta com um elenco discutindo os mais diversos e variados assuntos. O ideal é que você procure pelos assuntos que mais te agradam.

Ok, eu quero ouvir um podcast. Por onde eu começo?
Opa! Selecionei algumas recomendações para quem está estreando no universo de podcasts e também para aqueles que estão em busca de coisas novas. Olha só:

Anticast (B9)
A visão do designer sobre o mundo.

No início, o Anticast tinha enfoque no universo do design. Como a boa designer frustrada que sou, sempre fugi de qualquer coisa que carregasse essa premissa e por isso, acabei descobrindo essa preciosidade só recententemente. Hoje em dia eles discutem atualidades, política, literatura e filosofia de um jeito que muito me agrada.

Episódio novo: Toda quinta-feira.
Comece por: Episódio 168 - Gênero por construção social

Nerdcast (Jovem Nerd)
Tive o prazer de conhecer o Nerdcast lá em seu início, ainda no ano de 2006. Na época, era complicado encontrar um conteúdo nerd (especialmente em português) e o carisma dos apresentadores foi suficiente para que eu vendesse minha alma para o Nerd Power.
Mais de 400 episódios depois, eles já falaram sobre tudo: História, Ciência, Televisão, Cinema, Nostalgia, Quadrinhos, Gravidez e até mesmo o Carnaval.

Episódio novo: Toda sexta-feira.
Comece por: Nerdcast 52 - Histórias de outros Carnavais

Um Milkshake Chamado Wanda (Papel Pop)
Outro que conheci recentemente, é o podcast divertidíssimo sobre cultura pop e outras reflexões sobre a vida da maravilhosa equipe do Papel Pop. Se você quiser rir (muito!) e até mesmo receber uns conselhos inspirados sobre sua vida, a "Wanda" tá aí pra te dar uma mãozinha. Vale muito assinar, escutar e se deliciar!

Episódio novo: Toda quinta-feira.
Comece por: #36 O jogo do “Eu Nunca” no Um Milkshake Chamado Wanda 


Matando Robôs Gigantes (Jovem Nerd)
Outro podcast com apresentadores bem divertidos e que discutem temais atuais da cultura popular. Em sua descrição, eles resumem bem a vibe do podcast: "Reunindo as opiniões fecais de Affonso Solano, Diogo Braga e Roberto Duque Estrada, o MRG promove discussões sobre os temas em pauta (e, frequentemente, fora dela) aproveitando as personalidades divergentes dos apresentadores e convidados."

Episódio novo: Toda terça-feira.
Comece por: MRG 246 - Mas que Diablo!

Baby Geniuses (Em inglês)
Por fim, resolvi colocar um podcast em inglês como bônus! No Baby Geniuses, a comediante Emily Heller e a cartunista Lisa Hanawalt (do BoJack Horseman) discutem diversos tópicos de conhecimento gerais com a a ajuda de seus convidados. Elas são lindas, inteligentes e encaram tudo com bom humor. A melhor parte é, sem dúvida, a parte do especialista (fake) que discute os assuntos mais absurdos imagináveis.

Episódio novo: Segunda-feira (semana sim, semana não).
Comece por: Kumail Nanjiani/Kristen Studard


Agora é a sua vez: você gosta de podcasts? Quais são seus favoritos? Compartilhem comigo nos comentários!
Mia Fernandes

os meus games favoritos


Olá, meninas!

Inspirada por todo o romance que está rolando no Dia dos Namorados, resolvi vir até aqui e falar sobre o meu relacionamento mais duradouro: minha paixão por games. Toda minha história começa lá por meados de 1996, quando ganhei o meu primeiro Atari e fui seduzida por aqueles pixels em formatos geométricos.

De lá pra cá, o nosso romance sofreu algumas mudanças: fiz um upgrade para o Super Nintendo, abandonei consoles e tive um relacionamento monogâmico com jogos de PC e por fim, acabei me rendendo ao Xbox 360.

Para comemorar todos esses anos de um namoro muito frutífero, hoje resolvi compartilhar com vocês os meus cinco jogos (atuais) favoritos. Foi bem complicado manter essa lista curta e eu já gostaria de pedir desculpas de antemão para qualquer injustiça cometida.

Vamos começar?

1. Saints Row IV
Uma vez um cara me perguntou se eu gostava de Saints Row IV, somente pela possibilidade de customizar os bonequinhos. Na hora eu respondi que não e expliquei os motivos pelos quais este jogo era o meu favorito de todos os tempos: uma história que beira o absurdo, várias homenagens à diversos estilos de jogos, uma trilha sonora impecável e personagens secundários que são únicos e hilários.
É óbvio que esse sentimento é verdadeiro, mas gostaria de adicionar algo: em qual jogo eu posso encarnar o presidente dos Estados Unidos da América, com cabelo azul e ser completamente gender queer? Obrigada, Saints Row IV por essa bela possibilidade de entretenimento.


2. The Wolf Among Us
Quando eu era pequena, tinha certa queda pelos livros do estilo "Choose your Own Adventure". Fiquei intrigada pela premissa de The Wolf Among Us, principalmente pelo estilo (em que você tem escolhas a fazer e elas ditam o futuro da história) e o fato de ser ambientado no universo dos quadrinhos de Fables.
O jogo não tem muita ação, mas vale pela história que te dá a sensação de ler um livro ou acompanhar uma bela animação.


3. Murdered: Soul Suspect
Outro jogo que vale pela narrativa! Murdered: Soul Suspect acompanha um policial que está perseguindo um serial killer prolífico. Sem dar grandes spoilers (isso ocorre nos primeiros minutos de jogo), o policial é morto e nós passamos a acompanhá-lo no mundo dos espíritos, enquanto ele tenta desvendar a identidade de seu assassino.
Lá pelo meio do jogo, eu já estava completamente vidrada e bolava mil teorias para a história do serial killer. O final surpreendente foi o que colocou esse game para sempre no hall dos meus favoritos!


4. Dragon Age: Inquisition
Eu ainda não terminei Dragon Age, mas já tenho tantas horas de jogo, que creio estar chegando perto do final. O jogo é lindo, com cenários ricos e histórias tão bem tecidas que te prendem e fazem com que você envolva com cada detalhe.
Confesso que não era familiarizada com a saga (já corrigi esse erro e comprei o Origins), mas fiquei surpreendida com a qualidade desse jogo.


5. World of Warcraft
Para encerrar, coloco aqui na lista um jogo de PC que está consumindo muitas horas do meu tempo e vida social: World of Warcraft.
Meu interesse pelo MMO nasceu lá em 2012, quando criei minha elfa sangrenta e cheguei até o nível 20 com a versão gratuita do jogo. Por falta de grana, acabei deixando esse passatempo de lado...tudo mudou no mês passado.
Agora cá estou eu, consumindo cada minuto do meu tempo livre com WoW, procurando Add-ons e fazendo a minha personagem (da Aliança) subir de nível.


Agora sou eu quem quer saber: você também gosta de jogar? Quais são seus games favoritos? Me conte tudo nos comentários!
Mia Fernandes

os personagens de seriados que eu gostaria de ter como amigos


Olá, meninas!

Você já se pegou assistindo um seriado e pensando: "Poxa! Seria tão bacana ser amiga de fulano..."? Sempre que começo a assistir uma nova série, logo procuro no elenco de personagens quem é que seria meu BFF na vida real. 

Faço tanto esse pequeno exercício mental, que resolvi compartilhar com vocês quem são aqueles personagens que moram no meu coração (e também na minha cabeça, já que tenho diversos papos imaginários com eles):

01. Lucille Bluth - Arrested Development 

Quem é que não gostaria de ser amigo da diva absoluta de Arrested Development? Já posso nos imaginar compartilhando um drink (pela manhã), enquanto ela me conta qual foi a última peripécia aprontada por algum membro da família dela. Seríamos tão amigas que ela me arrastaria para as reuniões dos Bluth para apoio emocional (não que ela precise, né) e eu a receberia em minha casa quando ela precisasse fugir da polícia ou das loucuras dos filhos.

02. Titus Andromedon - Unbreakable Kimmy Schmidt

Já até imagino como minha vida com o Titus seria: euzinha apoiando todos os sonhos malucos dele de se apresentar na Broadway e o seguindo por aí com a minha câmera ("Titus, nós temos que nos preparar para filmar algo que possa lançar você para o estrelato"). Quando eu estiver na bad, ele vai trazer todos os cassetes com a trilha sonora de Rei Leão para cantarmos (e provavelmente, improvisarmos uma pequena peça de teatro). 

03. Tina Belcher - Bob's Burgers

Quem aí não ama de paixão a Tina Belcher? Eu a adotaria como minha irmã mais nova. Ela me contaria todos os seus problemas com garotos e eu daria conselhos sábios pra ela. Outras atividades que poderíamos fazer juntas: escrever Erotic Friend Fiction (é claro que seremos uma a beta reader da outra), fazer cosplay de Equestranauts (para frequentarmos as convenções) e enlouqueceríamos juntas no shows do Boyz4Now.

04. Winston Bishop - New Girl

Preciso confessar que tenho um crush interminável no Winston Bishop. Certamente, nós teríamos uma amizade platônica. Provavelmente nos aproximaríamos por nosso interesse mútuo por gatos e seríamos os tipos de amigos que vão beber drinks com frutas no bar - e depois voltam pra casa cantando Defying Gravity no carro (e como eu teria uma paixão platônica por ele, até o deixaria cantar as partes da Elphaba).

05. Troy Barnes e Abed Nadir - Community

Será que eu posso roubar um pouquinho e escolher dois personagens na quinta posição? Vamos concordar que todo mundo que já assistiu Community, já se imaginou no programa "Troy and Abed in the Morning". Após a minha aparição no programa deles, certamente eles me convidariam para uma convenção do Inspector Spacetime e consequentemente, para uma visita ao Dreamatorium. 

E vocês, já se imaginaram alguma vez como amigas dos seus personagens favoritos? Quem seria o seu BFF?
Mia Fernandes

os benefícios de trabalhar em casa

Olá, meninas!

Hoje estou aqui para falarmos sobre Home Office - que nada mais é que um escritório em sua casa. Desde o final de 2014, comecei a trabalhar exclusivamente em meu lar e só tenho vantagens maravilhosas pra listar. Sem falar do benefício que é evitar o o trânsito caótico de São Paulo, ainda posso afirmar que minha produtividade aumentou consideravelmente.

Poder trabalhar em meu próprio espaço e pertinho da minha família é um sonho que se tornou realidade. Entretanto, eu ainda sentia falta de algo em meu espaço de trabalho: ter um cantinho só pra mim.

Adore Magazine/Upcycled Treasures

Pensando nisso, garimpei o Pinterest atrás de inspiração para a decoração do meu Home Office. Ainda não defini muitas coisa (exemplo: em qual canto da casa ele será), mas já tenho algumas coisas em mente: Precisa ser em um ambiente bem iluminado (artificial e natural) e é imprescindível que não seja no meu quarto (é preciso separar o profissional do pessoal).

A Merry Mishap Blog/Homedit

Mesmo que você não trabalhe só em casa, é bacana ter um canto para cuidar dos seus projetos pessoais e assim, conseguir dedicar mais tempo às suas paixões. Já imaginou ter um espaço especial só para blogar?

Se você leva o seu blog à sério e pretende transformá-lo em um negócio, é necessário começar a tratá-lo como tal. Sem contar que ao se obrigar a sentar no seu Home Office, você começará a desenvolver uma rotina e isso é uma grande chave para o sucesso de qualquer blog!

The Ultralinx/Homedit

Outra coisa essencial é caprichar na decoração. O básico que você precisará é uma cadeira (bem confortável) e uma mesa (em que você possa colocar seu notebook/computador e outros itens). Entretanto, nada te impede de inovar um pouco com enfeites, pôsteres nas paredes, plantas e itens de escritório mais estilosos.

Aliás, os itens de papelaria são essenciais para o seu dia a dia: um caderno (para anotações), post-its, canetas, marcadores de texto, folhas sulfite (para impressão) e etc, devem fazer parte da sua lista de compras mensais. A pior coisa é precisar interromper o fluxo de trabalho para ficar caçando tais itens pela casa, portanto, é melhor ter tudo a mão.

The Ultralinx/Homedit

Uma das perguntas que escuto com mais frequência é: como você consegue ter disciplina e trabalhar em casa?

Confesso que tal disciplina é um longo processo que deve ser aperfeiçoado diariamente. Com menos supervisão de chefes, é preciso que você se cobre com o mesmo rigor de um. Procrastinação é um perigo muito sério! Veja como evitar:

- Estabeleça uma rotina bacana pré-trabalho. Tome um chá, escute uma música relaxante e leia as notícias em seus sites favoritos.
- Trabalhe somente o tempo necessário por dia e tente não ultrapassar essas horas.
- Respeite o seu horário de almoço (e não coma na frente do computador).
- Anote todos os seus afazeres e os revise antes do dia começar.
- Fique de olho em seu e-mail (ou qualquer outro meio de comunicação que seu chefe use para falar contigo).
- Sempre lembre-se de informar qualquer problema (por exemplo: sua internet está fora? Ligue para o chefe e avise).

Homedit/Stylizimo Blog

Enfim, essas são as minhas dicas para quem está pensando em construir uma área de trabalho dentro de casa. Agora é a sua vez: você já pensou em trabalhar em casa? Em qual cômodo você geralmente trabalha? Conte sua experiência com Home Office nos comentários!
Mia Fernandes

as blogueiras: ana rodarte



Um agradecimento especial ao Luiz Quizoide, autor das belas fotos da Ana que ilustram esse post!

Olá, meninas!

Vocês se lembram da série de entrevistas com blogueiras que eu havia começado em Abril? A boa notícia é que ela irá continuar *soltando fogos de artíficio*.
Hoje o papo será com a Ana Rodarte, blogueira de moda sustentável do Fashiombudz! Ela compartilhou conosco sua visão do cenário da moda atual e o que precisa ser mudado na indústria.

Olha só:


1. Ana, o Fashiombudz é um blog sobre Moda Sustentável, o que te inspirou a criar algo tão diferente dos outros blogs de moda que vemos hoje em dia?

Primeiro, muito obrigada pelo convite, Monique! Por enquanto, ele não é tão diferente dos outros blogs. O Fashiombudz nasceu como um blog onde eu poderia tecer textos mais complexos sobre Moda, dando margem para problematizar e conhecer outros lados deste universo. O nome, para quem não sabe, é uma mistura entre os termos fashion e ombudsman. Eu estava conhecendo blogs muito interessantes sobre lingerie na época. Mas foi após uma entrevista com Chiara Gadaleta, que produzi para a Rádio UFMG Educativa, que me encontrei ao abraçar o Fashion Revolution e outras iniciativas de sustentabilidade. Aos poucos, com mais conversas em grupos feministas e leituras, concluí que a inovação e a inclusão social também teriam de ser pilares fundamentais para uma transformação efetiva da indústria da Moda. De que adiantaria chamar atenção para o grande volume de água que é usado pela indústria para produzir uma camiseta, se não pensarmos que esta peça também está disponível apenas em uma pequena variedade de tamanhos? Ou que ela é divulgada em anúncios que apenas contemplam uma consumidora branca, magra e de classe média alta? São questões que andam juntas, e estou constantemente repensando o Fashiombudz para que possa abordar estes temas de maneira mais efetiva. Como todo projeto que começa, ele ainda se espelha muito em outros, mas já está ganhando uma carinha própria! Acho que os leitores já perceberam que tenho uma queda por roupas íntimas, haha!

2. Você acha que existe algum outro blog sobre moda que está abordando a diversidade? Qual? 

Felizmente, existem! Aqui no Brasil, temos o portal Modefica, que além de abordar iniciativas sustentáveis, também se preocupa com pautas sociais na indústria fashion. Temos também o Under the Unders, da Manoela Marandino, que foi muito importante nesta minha caminhada e me inspira muito nas pesquisas que tenho realizado sobre lingeries. E um dos maiores blogs sobre roupas íntimas que conheço é o Lingerie Addict, da Cora Harrigton. Feminista, Cora percebeu que o mundo da lingerie não só recebia pouca atenção em portais de Moda, como também era bastante excludente. Então ela criou um espaço onde pudesse discutir e divulgar marcas de lingerie que ela admirasse de uma maneira empoderadora e inclusiva! Ela é uma de minhas maiores inspirações, mesmo que o foco do Fashiombudz não seja a lingerie.



3. O que está faltando na indústria da moda? O que precisa mudar urgentemente? 

Falta muito, e a lista é extensa. Creio que o principal é uma avaliação mais ponderada e sábia de custo-benefício. Produzir com mais prudência hoje, ainda que a custos maiores, para preservarmos recursos para o futuro. Aquela cultura da paciência e do planejamento que falta ao brasileiro, como lemos em Raízes do Brasil (Sérgio Buarque de Holanda, 1936). Falta estímulo às produções regionais. Como concorrer com o grande volume de produtos da China, vendidos a baixos preços?  Preços estes que, aliás, encobrem a dura realidade de trabalhadores que operam em condições análogas as de escravidão? Falta termos maior clareza da cadeia produtiva, porque o que vestimos tem história e deixa impactos ambientais e sociais. Ao consumidor, principalmente, falta consciência e honestidade para com os próprios valores: Vamos continuar financiando cadeias produtivas poluentes e sem compromisso com os trabalhadores? Precisamos realmente deste grande volume de roupas? Não seria melhor investir um valor um pouco mais alto em produtos de qualidade, que estimulem a nossa economia e sejam condizentes com nossos valores? É uma transformação gradativa, que tende a acelerar na era em que vivemos, onde a informação é abundante e melhor distribuída. Como bem pontuou Chiara Gadaleta, brevemente, as etiquetas dos produtos já serão capazes de nos informar com precisão sobre a cadeia produtiva destes itens.

4. Em sua opinião, como a diversidade é representada atualmente no mundo do entretenimento? Você acha que estão fazendo um bom trabalho para a inclusão de todos ou não?

O mundo do entretenimento está aprendendo a ouvir seu público. Tenho ciência de que ainda precisamos dar grandes passos, mas entendo que por parte dos produtores, isso não tem sido tarefa fácil. As redações, agências e estúdios ainda são repletos de ideias machistas e homofóbicas, e propor ideias mais inclusivas, que são relativamente novas para estas pessoas, neste contexto, é um tanto difícil. Precisamos melhorar este diálogo. Mas é interessante observar que muitas organizações estão dispostas e escutar e aprender com o público, como foi no caso recente da campanha de Carnaval da Skol. Há iniciativas brilhantes por parte de algumas marcas, que procuro divulgar lá no Fashiombudz. É importante lembrarmo-nos de exemplos positivos para reavivar os ânimos! Então, ainda diante de tantos desafios, sou bastante otimista!



5. Para finalizar, quero saber qual é a sua maior vontade no momento. Tem algum sonho que você quer muito realizar?

Céus, como bem definiu meu namorado, eu sou uma pessoa bastante "queruda"! Tenho muitas vontades e sou bastante sonhadora, mas preciso ter paciência pois sou gente miúda: Acabo de me formar em Jornalismo e pertenço  uma família que não tem muitos recursos financeiros. Talvez a maior dessas vontades seja transformar o Fashiombudz em um portal maior, com mais conteúdo de qualidade e que tenha uma voz mais potente para dialogar com o mundo da Moda. Quero poder dialogar com revistas, marcas e organizações para reunir esforços por uma Moda melhor, mais sustentável e justa. Sou de Minas Gerais, e tenho o sonho de ver o nosso Polo de Moda valorizado no cenário nacional e internacional. E para isso é necessário estabelecer uma série de medidas de divulgação. Temos agentes importantes, como Ronaldo Fraga, mas ele também precisa de ajuda! Ainda tenho o sonho de fazer um curso de Moda, mas se eu perceber que meu potencial de transformação está na imprensa, então é lá que vou me concentrar.



Lingeries

Minha paixão pelo mundo da lingerie partiu de uma necessidade. Comecei a namorar, logo veio a minha vida sexual e eu queria expressar melhor minha sensualidade. Sou muito magrinha, e as marcas populares brasileiras não ofertam muitos produtos atraentes para moças que tenham medidas como as minhas. Então eu parti em uma saga em busca de produtos que me deixassem confortável e dialogassem com meu estilo. Eu já tinha uma quedinha antiga pelo trabalho de Thaís Gusmão, mas encontrei outros trabalhos tão maravilhosos quanto. Fiquei apaixonada.

Jornalismo de Moda

Enxergo tantas possibilidades! Há tanto a ser feito! Você conhece o The Man Reppeller? Céus, Leandra Medine é sensacional! Ela consegue provocar um mundo que pretende se levar a sério demais. Já me identifiquei com Leandra quando me deparei com o título do blog. Acho que às vezes, por honra ao nosso estilo, nos tornamos um pouco repelentes, visualmente. E isto acontece e podemos rir disto! Podemos rir de nós mesmos. E esse senso de humor precisa estar presente, a Valentino já chamou atenção para o tema quando convocou Ben Stiller e Owen Wilson, estrelas de Zoolander, para o desfile da marca no último Paris Fashion Week. 
Eu fico em êxtase diante de uma pilha de revistas de Moda. Em êxtase.

Guilherme

Meu namorado tem olhos de amêndoa, sardas engraçadinhas no nariz e um humor digno de um velhinho de 97 anos. Nos conhecemos quando ele enviou um Spotted para mim. O texto era tão atrapalhado, tão sincero! Guilherme se tornou o meu melhor amigo, e acho que não conheço sensação melhor do que a que sinto quando acordo pela manhã e me deparo com ele sorrindo pra mim. Ele é muito trabalhador e inteligente, uma pessoa que me inspira muito. E foi por incentivo dele que comecei a publicar meus textos em pequenos blogs. Eu não tinha coragem até então! Foi também ele que me indicou algumas pessoas com que conversar sobre feminismo. Guilherme é meu raio de Sol e meu desassossego: Parecemos um casal de periquitos australianos, hahaha! 

Mia Fernandes

gestos românticos para demonstrar seu amor


Olá, meninas!

O Dia dos Namorados está se aproximando e até essa solteirona aqui foi contagiada pelo clima romântico do mês. Já dei algumas dicas de presente bem legais para essa data, porém, precisamos concordar que a melhor maneira de presentear alguém que nós amamos, é através de pequenos gestos de amor.

Se você está procurando maneiras criativas para demonstrar o quanto você ama alguém, fico feliz em informar que sua busca termina aqui. Separei algumas dicas de gestos românticos que são simples (e baratos) para mostrar o quão especial a sua pessoa amada é.

Está preparada? Então, presta atenção:


01. Livro de cupons para atividades românticas
Crie seu próprio livro com cupons que seu namoradx poderá usar para solicitar atividades românticas. Tente preencher as páginas com ideias bem originais e que isso se torne uma maneira divertida de vocês fugirem da rotina.
Eis alguns exemplos de ideias para os seus cupons: Vale um piquenique no parque, Vale uma massagem nos pés, Vale um jantar com todos os seus pratos favoritos.



02. Faça uma cápsula do tempo
Separe algumas lembranças especiais do seu relacionamento e faça uma cápsula do tempo! Guarde fotos, ingressos de cinema e outras pequenas memórias especiais do tempo que vocês já passaram juntos. Para finalizar, escreva uma carta para o seu amor e peça que ele faça o mesmo. Aí entra a parte divertida: não leiam as cartas, simplesmente coloquem na cápsula e somente a abram dentro de um ano. Com certeza será uma experiência única e emocionante!


03. Façam algo juntos
Uma ótima maneira de fortalecer o romance que existe entre vocês é encontrando novas atividades em que vocês possam se aproximar cada vez mais. Que tal se inscrever num curso junto com seu mozi? Se você está buscando uma alternativa mais barata, uma ótima ideia é começar a assistir um seriado juntinhos (e vocês só podem assistir aos novos episódios na companhia um do outro, sem exceção). Resumindo: a ideia aqui é encontrar algo que vocês possam fazer juntos e com frequência.

4. Recrie o primeiro encontro de vocês
Você se lembra de como foi a primeira vez que vocês saíram juntos? Então, tente recriar aquele momento mágico! Vá ao mesmo lugar, peça a mesma comida/bebida e se sua memória for boa, vale até mesmo usar a mesma roupa. 

5. Uma caça ao tesouro
Você quer dar um presente para o seu mozão? Então, prepare uma caça ao tesouro! O diferencial aqui é tornar essa atividade ainda mais especial, utilizando locais e dicas que tenham a ver com a história do relacionamento! 
Exemplo: Esconda a primeira pista no lugar do primeiro beijo de vocês!

Essas são minhas dicas para demonstrar o seu amor de maneiras criativas e tão cheia de detalhes, que não existe possibilidade do seu namoradx não se sentir especial! Agora é a sua vez: qual foi a coisa mais romântica que você já fez? Me conte tudo nos comentários!
Mia Fernandes

cool cool cool: a edição de domingo #11

Olá, meninas!

Cá estamos nós novamente, mais um domingão e a coleção dos links mais legais da internet está de volta!

Os cinco posts que você precisa ler
E aí, beleza? // Dicas para manter os lábios hidratados durante o inverno
O inverno é essa época maravilhosa em que é socialmente aceitável passar dias seguidos vestindo pijama e curtindo a vida debaixo das cobertas. O único problema dessa estação é que estou sempre batalhando com os meus lábios ressecados. Amei esse post e já anotei todas as dicas!

♥  Depois dos Quinze // Os casais da ficção e também da vida real
Como é que eu não sabia que a Emily Vancamp e o Josh Bowman (ambos atores do seriado Revenge) eram um casal?

Capitolina // Mad Max: estrada da fúria feminista
Já falei o quanto eu amei Mad Max: Fury Road? Além das cenas incríveis de ação, o filme tem uma belíssima representação de mulheres poderosas e no comando. Esse texto resume muito bem o lado feminista do filme!

Madly Luv // Ruivices e Low-Poo: Como manter a cor e saúde dos fios sem sofrimento
Eu estou aqui na batalha para tornar meus fios mais ruivos e simplesmente amei esse post! Com certeza vai me ajudar bastante nesse processo.

Pode Chamar de Duds // O #girlpower e a DC Comics!
Olha só esse livro incrível cheio de sororidade, amor e Mulher Maravilha!


✪  Recuperando a fé na humanidade
Só Notícia Boa // Professora fica careca para proteger aluno
Apenas para confirmar minha teoria: não existe profissão mais nobre do que ser professor.



✪  Dose de cultura pop
Papel Pop // "Scream Queens” ganha mais um teaser sangrento e novo pôster
Quem aí tá animado com esse seriado dá um grito!

 QDNG // Só se fala na maravilhosa capa de Caitlyn Jenner na revista Vanity Fair!
Essa capa tá destruidora! Tá ouvindo esse barulho? Sou eu aplaudindo aqui loucamente.

♥ Omelete // Arquivo X Veja as primeiras imagens do set de gravações da nova temporada
Eu não tô conseguindo controlar essa nostalgia incrível que tá rolando no momento!

♥  Pizza de Ontem // 'Harry Potter' ganha um livro "Cofre de Personagens" e já tem capa lançada
Olha só que lindeza! Não vejo a hora de lançarem aqui no Brasil!


✪  Queridinhos da semana
Música: Trouble / Stripped - Halsey
Seriado: Weeds
Blog: 1001 pessoas que conheci antes do fim do mundo
Vídeo: My Night Routine - Spring Edition
Livro: The Fangirl's Guide to the Galaxy - Sam Maggs
Filme: A Madrugada dos Mortos
Desejo: Ingressos para a Comic Con Experience

Agora é sua vez: o que você viu de bacana nessa semana? Compartilhem comigo nos comentários!

Mia Fernandes