-

como escolher a sua profissão


Aos 17 anos, tinha certeza absoluta que me tornaria uma jornalista. Ainda me lembro até hoje do dia em que prestei o vestibular da Cásper Líbero. No dia anterior, havia feito um extenso teste vocacional que encontrei na internet e o resultado dizia que eu teria uma carreira de sucesso em Antropologia.

Foi mais ou menos aí que meu cérebro entrou em pane. Como é que eu escolheria a carreira da minha vida naquele momento? Eu sempre quis ser jornalista. Sempre quis ser cineasta. Sempre quis ser veterinária. Sempre quis ser tanta coisa e já não tinha certeza de nada.

Se você se encontra em uma situação parecida, meu primeiro conselho é que tenha calma. Esta decisão é importante e não deve ser feita com pressa ou por obrigação. Numa virada inesperada do destino, acabei parando no curso mais improvável para alguém que sempre estava de recuperação em Educação Artística: Design Gráfico.

Creio que nenhum conhecimento é inválido, porém, acho que poderia ter investido meu dinheiro em algo que realmente me trouxesse bons resultados no futuro. Para que vocês não cometam o mesmo equívoco, deixo aqui minhas dicas para escolher a profissão certa:

Entre em contato com profissionais da área
Tente conhecer alguém que já trabalhe na área que você pretende escolher. Estude o mercado e suas tendências. Qual é o piso salarial para quem está começando? Quais são suas chances de se desenvolver nesta profissão? Este profissional está satisfeito com sua carreira? O que ele faria diferente se pudesse?
Não existe fator decisivo melhor do que este papo. Muitas vezes, o mundo que vemos na faculdade, passa bem longe do real. Saber o que te espera num futuro próximo é essencial.

Você tem as habilidades necessárias?
Já ouviu falar de médico que não consegue ver sangue? Artista que não sabe desenhar? Redator que tem preguiça de escrever? Pois é, desenvolver as habilidades essenciais de seu curso, é preciso.
Caso você não se considere bom o suficiente em algo, seria interessante fazer um curso antes de ingressar na faculdade. Além de aprimorar suas técnicas, esta também é uma ótima forma de ver se esta é sua vocação.

Tenha amor por sua profissão
Aqui fica uma dica controversa: faça o que você ama. Sei que o plano de alguns é juntar muitos dinheirinhos e viver feliz para sempre, mas muitas vezes isto envolve dedicar-se a algo que não gosta de fazer.
Pense o seguinte: você já passou a maior parte de sua vida na escola, agora terá que passar praticamente metade de seus dias no trabalho. Será que este esforço não seria melhor se estivesse fazendo algo que lhe dá prazer? Ter uma profissão que ama, também pode ser qualidade de vida!

Não tenha medo de dar um passo para trás
Acha que está no curso errado? Tranque e preste o vestibular novamente. O conselho aqui também é válido para quem pensa em mudar de emprego, mas não acredita que receberá uma remuneração tão boa quanto a atual.
Foram muitas as vezes que topei ganhar menos, até me encontrar num cargo em que estivesse plenamente satisfeita. O seu momento irá chegar. Às vezes precisamos dar um passo para trás, para poder dar dois passos para frente.

Com estas dicas em mente, agora deixo uma pergunta: Já escolheu o que você quer ser “quando crescer”? Se já escolheu sua profissão, está satisfeito com a decisão? Me contem tudo nos comentários.
Mia Fernandes

como lidar com o fim de um relacionamento


Olá!  

Após falar sobre os inúmeros benefícios da solteirice, agora é a vez de analisar um outro aspecto desta condição: como lidar com o fim de um relacionamento? Infelizmente, poucas são as sortudas que conseguem "acertar" na primeira tentativa e encontram o parceiro com que passarão o restante de seus dias. Muitas são as que precisam lidar com um "coração partido".

Mas calma aí, não é o fim do mundo!

Como toda a fase, esta também passará e eventualmente você encontrará uma nova pessoa que a fará feliz. Certamente, quando olhar para trás e analisar este momento, verá como tudo foi importante para o seu aprendizado e amadurecimento.

Até que este momento ocorra, você precisa superar esta dor, certo? Reuni algumas dicas que já me ajudaram bastante quando precisei superar o término de diversos relacionamentos. Espero que possa ser útil!

01. Sinta a dor que você precisa sentir
Logo após o término, pode ser que você fique meio "possuída" por uma vontade de cair na vida, aproveitar os dias que perdeu ao lado do ex, postar mil fotos no Instagram pra mostrar como tá bem melhor sem ele, etc e etc...

Mas saiba que não é errado sofrer neste momento. Tire um final de semana, rasgue fotos, ouça uma playlist bem deprê (vou compartilhar a minha com vocês aí embaixo), curta sua cama, coma carboidratos, chore para as amigas...Enfim, sinta a dor que precisa sentir. Quando externalizamos a nossa decepção, parece que fica bem mais fácil seguir em frente (de verdade e não só pra "todo mundo ver como você é durona, maravilhosa e que ele nunca vai encontrar alguém melhor").


02. Desperte sua veia artística
Uma ótima forma de canalizar a dor é através de arte. Você escreve? Tire proveito da situação para explorar seus sentimentos através de escrita. Pinte um quadro. Componha uma canção. Existem mil formas de arte e todas são válidas neste momento.

03. Mantenha distância
Toda vez que um término acontece, sempre fica aquela esperança do "nós ainda podemos voltar". Entretanto, alimentar isto é errado e pode atrasar sua vida. O melhor a fazer aqui é manter distância do ex (bloqueie o chat, pare de seguir as atualizações dele no Facebook, delete o número da agenda e etc). Você vai superar muito mais rápido se conseguir seguir este passo à risca.

04. Renove
Acho que esta é minha parte favorita: aproveite este momento para iniciar um novo capítulo. Além de renovar hábitos, aproveite e leve esta mudança para outros aspectos de sua vida. Já pensou em mudar o visual? Redecorar um cômodo da casa? Fazer uma limpa no armário? Essa é a hora! Dê uma cara nova para você (ou para algo ao seu redor) e curta este novo momento.

05. Mantenha-se ocupada 
Esta é a hora, linda! Abre a agenda e marque mil compromissos. Vá passear no parque, volte para a academia, tente um novo hobby, trabalhe na sua tese de Mestrado, aprenda um idioma novo, mande mensagem para seus amigos no Facebook, bora encher todas essas linhas com novas experiências e gente maravilhosa!

E vocês, como lidam com o fim de um relacionamento? Me contem nos comentários!
Mia Fernandes

três fanpages para você curtir

Olá, pessoal!

Como vocês estão? Estou tentando recuperar o ritmo das postagens aos pouquinhos e peço um bocadinho de paciência da parte das lindas. Juro que não vou abandoná-las!

Um dos motivos da minha constante ausência é sempre o job caótico. Não tenho mais horário livre para nada. Entretanto, trabalhar com mídias sociais não é tão ruim: estar por dentro das redes em tempo integral, possibilita a chance de conhecer o trabalho de muita gente bacana/inspiradora.

Pensando nisso, resolvi compartilhar três fanpages bacanas que merecem o seu "like":

♕ Feminismo Deboista


Vou começar pelo meu mais novo amorzinho: Feminismo Deboista. Já faz um tempinho que adotei esta filosofia para vida. Sou feminista, mas também sou deboista. Tu não gosta das minhas opiniões? Deboa. Não gosta dos meus ideas? Vixe, relaxa, tamo numa boa!
Finalmente encontrei uma página que traduz o meu espírito. Deboas <3

♕ Não vi mas recomendo


Já o Não Vi Mas Recomendo é para os fãs de cinema (e cultura pop em geral). De forma humorada, eles seguem a proposta do nome a risca: indicam filmes que não viram para a galere
Vale o "like" pela risada e eventuais pérolas da cultura cinematográfica que surgem por lá.

♕ São Paulo para Iniciantes


Pra finalizar em grande estilo, vou falar de uma página que merece o like dos paulistas. De uns tempos pra cá, ando tentando sair da rotina e explorar um pouco mais os cantinhos da minha cidade. O São Paulo para Iniciantes vem me dando muita inspiração maravilhosa nesta nova fase.
Recomendado para todos que acham que não existe nada interessante para se fazer/ver na terra da garoa.

E vocês, tem alguma fanpage para recomendar? Já curtiram o Conversas Imaginárias lá no FB? <3
Mia Fernandes