-

life actually #3 - um resumo dos meus dias


Oi, pessoal! 

Nem tentarei justificar os meus sumiços, pois sempre acabo batendo na mesma tecla: trabalho caótico, vida pessoal turbulenta e pouquíssimo sono. Tá complicado encontrar um pouquinho de tempo para espairecer e principalmente, para escrever.

Enfim, parágrafo introdutório com desculpas esfarrapadas feito, é hora de daquele update básico/apanhadão da vida (devolva minhas fantasias).

Por onde andei?
Brand New no Cine Joia
Crédito
Semana passada, rolou uma série de shows bacanas no Cine Joia: a Converse Rubber Tracks Live. Nem acreditei ao ver que uma das minhas bandas favoritas de adolescência estava no line-up: após 10 anos de espera, finalmente teria a chance de assistir ao Brand New em terras tupiniquins. Ainda não dá pra acreditar que vi um show do Jesse Lacey & Co. Me espremi na grade, entornei uns dois energéticos (estava virada diretamente de uma festinha de aniversário da firrrrma) e embarquei numa máquina do tempo para 2004/5.

Posso exagerar e dizer que este show valeu o ano? Se eu estava reclamando, aborrecida, desiludida ou qualquer coisa negativa, foi tudo para o espaço no momento em que ouvi a primeira estrofe de Sink.
Obrigada, Brand New por resgatar a Monique que estava perdida entre todas as decepções de 2014.

Festa da firrrrrrrrrma
Ainda no tópico de agenda social, semana passada rolou a maravilhosa (e sempre muito esperada) festa de aniversário da agência. Rolou um open bar maravilhoso no Kitsch Club, com temática dos anos 80 e aproveitei esta incrível chance para me travestir de Xuxa Verde. Tô até agora retirando vestígios de pancake verde do rosto, mas não tem turma melhor pra descer até o chão que os meus companheiros de trabalho. Pra fechar este rolê com chave de ouro, teve até recadinho do Away pra galera:


O que estou lendo? Confesso que estou bem relapsa com a leitura! Os dois últimos livros que li foram Doidas e Santas da Martha Medeiros e o recomendadíssimo Como ter uma vida normal sendo louca da Camila Fremder e Jana Rosa. Se Deus quiser, em breve retomo a leitura de Os Diários de Carrie da Candance Bushnell (que eu tirei da bolsa, para sobrar mais espaço para as trocas de roupa e outros itens de higiene básica que ando carregando para sobreviver nesta vida louca).


O que estou assistindo? Como se eu não tivesse seriados o suficiente para assistir pelas próximas três reencarnações, resolvi fazer uma maratona de Charmed no Netflix e tô quase finalizando a primeira temporada. É tanta tosqueira maravilhosa e tão típica do final dos anos 90 que nem sei lidar com o amor que tô sentindo.

O que estou ouvindo? Tô amando demais o In The Lonely Hour do Sam Smith! Êta homem talentoso, viu? Confesso que parte da paixão vem do fato da Dianna Agron estrelar o clipe de I'm Not The Only One, mas agora já tô amando o álbum inteirinho.

Agora é minha vez de saber: o que vocês andam fazendo de bom? O que andam curtindo ultimamente? Me contem nos comentários =)

Mia Fernandes