-

meme rotaroots: 05 personagens que eu gostaria de ser


Recentemente, tive o prazer de entrar para o Rotaroots, um grupo de blogueiros que visa resgatar a época de ouro dos blogs pessoais. Lá, sempre rolam dois temas mensais (um meme e uma blogagem coletiva) para que todos participem!

Como amei a ideia por trás do meme de Abril, resolvi que precisava compilar esta lista o mais rápido possível.

Então, fiquem com as cinco personagens que eu gostaria de ser:


05 - Leslie Knope (Parks and Recreation)

Em alguma vida passada, eu provavelmente tinha tudo para me tornar a Leslie Knope. Era obcecada com trabalho, organização e um dos meus hobbies favoritos era pensar em maneiras especiais de mostrar aos que mercam que eles são importantes pra mim.

Infelizmente, perdi muita dessas qualidades com o tempo e portanto, escolhi a carismática e workaholic Leslie para encabeçar esta lista. Quem sabe um dia eu recupere esse "spark" tão único dela, não é?


04 - Daenerys Targaryen (Game of Thrones) 

Quem é que não quer ser loira (tá, talvez não), poderosa (check), Khaleesi (check), mãe dos dragões (check), Mysha (check) e sambar eternamente na cara de todos os inimigos?

Ela pode não ser minha personagem favorita em GoT (um alô pra família mais disfuncional do mundo, os Lannister), mas quem é que não gostaria de poder ter todo esse poder em mãos ao menos por um dia? Eu sei que amaria! =D


03 - Cherry Darling (Planet Terror)

Não sei em qual circunstância gostaria de ter minha perna amputada, mas caso não sobrasse nenhuma escolha, gostaria de uma arma como prótese, por favor.

Já deu pra ver que tenho uma leve quedinha por "BITCHES WHO GET STUFF DONE", né? Então, nada de esperar ninguém te salvar, use sua perna de metralhadora e garanta seu felizes pra sempre.


02 - Buffy Summers (Buffy, the Vampire Slayer)
Eu cresci querendo ser a Buffy. Passei inúmeras horas da minha infância travando batalhas imaginárias contra vampiros, demônios e toda espécie de criatura maligna que povoou as sete temporadas de um dos meus seriados favoritos.

Sei que a Buffy é uma grande responsável pela formação da minha personalidade (fato). Todos os meus valores de amizade, lealdade e até mesmo minhas ideias de romance, nasceram junto com aquele seriado e aquela personagem que vi crescer e amadurecer.

É óbvio que eu gostaria de ser a Buffy Summers e quem é que não gostaria?


01 - Sailor Mars (Sailor Moon)

Sabe, é muito complicado ser uma criança ruiva nos anos 90. Além de não ter muita escolha nas brincadeiras de Chiquititas (eu tinha que ser a Ana, por conta do cabelo), ainda por cima, não existia nenhuma Sailor de cabelos vermelhos.

Como pode?

Então, na falta de opção, eu cismava em ser a Sailor Mars. Quer dizer, mesmo se houvesse qualquer opção ruiva, ainda optaria pela Rei Hino, personagem mais incrível de todos os animes que já assisti.
Mia Fernandes

música: bandas que você precisa assistir no lollapalooza 2014

Quem aí já garantiu seu ingresso para o Lollapalooza 2014? O evento ocorrerá em São Paulo, nos dias 05 e 06 de Abril, no Autódromo de Interlagos. Desde que foi divulgada a lineup oficial do evento, estou me coçando com ansiedade para cometer um suícidio financeiro e adquirir ingressos para ambos os dias do festival. Além das bandas/cantores hypados que todos querem ver (Muse, Ellie Goulding, Lorde e Imagine Dragons - só pra citar alguns) e dos alternativos que todo mundo adora (New Order, Pixies e Arcade Fire), o que realmente me surpreendeu foram as bandas "menores" que estarão presentes no Lolla.

Sabe aqueles nominhos pequenos no cartaz de divulgação? Aqueles que você precisa se aproximar bem perto para ler melhor? Pois é, para minha surpresa, resolveram trazer várias bandas mais desconhecidas que curto muito este ano.

Fiz uma seleção com essas bandas (e cantores) que você PRECISA conhecer/escutar. Espero esbarrar com vocês no show delas neste final de semana!  


Portugal. The Man - Modern Jesus



Johnny Marr - The Messenger


Jake Bugg - Broken


Capital Cities - Safe and Sound


Cafe Tacvba - Eres


Cage the Elephant - Come a Little Closer
Mia Fernandes

literatura: jogador nº 1, ernest cline


*Resenha sem spoilers

Sabe quando você termina uma leitura e automaticamente sente um vazio que não consegue preencher? Há alguns dias percorro minha estante, tentando encontrar algum livro que tenha deixar passar despercebido. Algo que me desperte uma vontade inesperada de devorar as páginas. Será que existe vida literária pós Jogador Nº 1

Enquanto resisto ao ímpeto de começar a reler o livro de Ernest Cline, resolvi que listaria aqui alguns pontos desta obra que é um verdadeiro nerdgasm

Primeiro, vou ambientá-los na trama: tudo se passa em um futuro distópico em que os recursos naturais da Terra se tornam cada vez mais escassos, a pobreza é recorrente e 90% da humanidade vive sua vida através do OASIS, um simulador no maior estilo Second Life que tomou uma proporção inimaginável, substituindo para muitos a vida real.

Wade Watts, é um dos garotos que só parece ter uma vida de verdade dentro do OASIS. Lá ele estuda, tem amigos e assume o controle de um personagem chamado Parzival. Na vida real, Wade é um órfão que vive nas "pilhas", com sua tia que não se importa muito com sua existência. 

O rapaz vê uma chance de mudar sua vida com a morte de James Halliday, o idealizador do OASIS, que sem herdeiros, resolve criar a maior caça à um easter egg já vista. O prêmio? Toda sua fortuna e controle de suas ações no OASIS. 

Só que esta busca não será tão fácil quanto parece. Halliday era um verdadeiro nerd e completamente aficionado pelos anos 80. Para desvendar a localização do easter egg, os jogadores precisam mergulhar em um livro chamado "O Almanaque de Anorak", um compilado de todas as paixões do finado. 

Entretanto, Parzival não está sozinho nessa busca. Praticamente todo avatar existente no OASIS está na procura do famoso easter egg de James Halliday. E é mais ao menos aí que toda a aventura começa...

Crédito: lerms
O livro é lotado de referências incríveis. Desde coisas pequenas (como uma réplica da nave Serenity), até grandes partes do mistério por trás do easter egg, estão direcionadas à referências da cultura pop (por exemplo, o álbum 2112 do Rush é uma ótima pista para quem quer tentar desvendar os enigmas do livro).

Enfim, não há muito o que dizer sem entregar spoilers importantes do livro. Entretanto, se eu posso dar um conselhos pra vocês é que LEIAM O LIVRO! \o/ Garanto que vocês não vão se arrepender.

E como sou apaixonada por músicas dos anos 80, montei uma lista de (quase) todas as referências musicais do livro. É só dar o play e deixar se transportar para esta década maravilhosa!

Mia Fernandes

o dia em que conheci o google brasil

Olá, pessoal!

Umas das fotos que tirei em minha visita ao Google Brasil
Como alguns já sabem, trabalho desde 2010 com mídias sociais e graças ao job, já tive algumas oportunidades bem legais de conhecer lugares e pessoas bacanas! Mas acho que de todas essas experiências que já vivenciei nos 4 anos de área, a mais legal ocorreu só na semana passada: visitar o Google Brasil.

Se você já leu alguma daquelas listas com lugares mais legais de trabalhar, certamente já deve ter se deparado com alguma sede no Google entre as primeiras posições. O trabalho, sem sombra de dúvidas, deve ser bem puxado, mas me diz se não dá gosto trabalhar num local assim:

Nova Iorque, Estados Unidos

Zurique, Suíça

Taipei, China

Tel-Aviv, Israel

Zurique, Suíça

Sério, dá vontade de ficar pra sempre listando minhas fotos favoritas, mas você pode conferir outras imagens de ambientes bem legais do Google ao redor do mundo, aqui

Mas voltando para terras brasileiras, garanto que o escritório do Google no Brasil não está deixando nada a dever para os internacionais. Confiram algumas fotos que tive o prazer de tirar enquanto estive lá:


Logo na entrada você pode "brincar" com uma visualização gigante do Google Earth. Também tem uma parede em que se pode desenhar com giz (e obviamente, tive que tirar uma foto do Keep Calm and Deixa de Recalque que estava por lá).

E falando em paredes, elas são incríveis mesmo. Tem algumas decoradas com Lego, outras com graffiti super criativos e o mais legal é: cada andar tem um tema. Nos três andares que conhecemos, os temas eram: lugares famosos de São Paulo, super heróis e feira. Então, todo cantinho tinha um nome especial (tem uma sala chamada Tapioca e outra chamada Capitão Codorna. Só amor!)

No andar da feira, obviamente, rola uma feira com frutas que os funcionários podem consumir! Aliás, comida é o que não falta naquele lugar. Por onde você anda tem geladeira com coisinhas para beliscar e tudo mais! 


Como ninguém é de ferro, no mesmo espaço da feira também rolam uns docinhos como chocolate e etc...
E tem vários Androids espalhados pelo Google. O que está aí em cima fica bem na entrada. 

Enfim, foi um lugar que adorei conhecer e que quem sabe um dia, terei o prazer de trabalhar. Caso você queira ver mais imagens do local, a Exame tem uma galeria bem legal.

Mais alguém já teve o prazer de visitar o Google? Me contem como foi a experiência! =) 
Mia Fernandes