-

moda: estilo dianna agron

Quem me conhece sabe que a atriz Dianna Agron é minha referência para praticamente tudo nesta vida. Ela atingiu fama mundial no seriado Glee, em que interpretou regularmente por três temporadas, a líder de torcida Quinn Fabray. Hoje em dia, ela deixou as telinhas de lado para começar a se dedicar ao cinema e com todo seu carisma e talento, está conseguindo alguns papéis bem importantes.

Quanto ao estilo de roupa dela, sou até suspeita para dar a minha opinião, pois me identifico muito com as peças que ela usa. Além das marcas de haute couture, Dianna é sempre vista com vestidinhos da Anthropologie. Muito clássica e atemporal, a atriz é uma ótima inspiração para quem ainda está em busca de seu estilo:


O armário da atriz é 99,9% composto por vestidos (eu nem havia percebido até o momento em que comecei a procurar pelas imagens para montar este post) e todos são incrivelmente femininos - alguns tem um pequeno toque mais vintage. Ela usa e abusa das estampas florais e étnicas com bastante frequência!

 
Outra peça que é bastante popular no armário da Lady Di (apelido que ela ganhou dos amigos) é o vestidinho preto super coringa e amigo de todas as horas. Particularmente, amei o do meio (mas nunca poderia usar por motivo de ter quadris bem volumosos) e achei toda a produção do terceiro impecável.


Outra coisa que também adoro é combinar um vestido com uma jaqueta/casaco (até mesmo porque sou friorenta) e esta é uma combinação muito frequente para a atriz.

Nos dias de red carpet, a Dianna geralmente opta por peças mais clássicas de haute couture - é claro que existem algumas exceções mais ousadas da parte dele (como esquecer daquele vestido dos gansos vermelhos?). Com a clássica beleza de Hollywood, acho que os vestidos são um mero detalhe no look dela.

E aí, de qual vestido vocês gostaram mais? Mais alguém se identifica com o estilo da atriz?


Mia Fernandes

música: estou ouvindo

Chegou a hora de falar de um dos meus assuntos favoritos: música! Já disse anteriormente que me considero bem eclética, portanto, é fácil conversar sobre o tema comigo. Um dos meus passatempos favoritos é indicar novas bandas e artistas para os meus amigos, por isso criei o "Estou Ouvindo" para mostrar os álbuns que não saem da minha playlist ultimamente:

 Arcade Fire / Reflektor / 2013
Eita, Jesus maravilhoso! O que é esse álbum? Vi algumas críticas negativas, mas não concordo de forma alguma. Escuto todo o Reflektor ao menos uma vez por dia e o melhor de tudo é que não me canso. Sempre gostei da banda, mas não era amor, sabe? Agora já era, estou muito viciada e já estou desejando um show deles por aqui urgentemente. Minhas faixas favoritas são Joan of Arc e Here Comes The Night Time.

Lorde / Pure Heroine / 2013
Já sabia que o CD de estreia da Lorde seria a minha coisa favorita de 2013, desde que ouvi o single Royals pela primeira vez. Além de super novinha (só 16 anos), esta garota é talentosa demais. É minha opção certa para quando estou querendo escutar algo mas não sei o que é (90% do tempo). Ela é presença quase certa no Lolla 2014 e sou capaz de comprar o ingresso só por conta dela. É muito amor! Minhas faixas do coração são Royals (duh) e Ribs.

Fleetwood Mac / Greatest Hits / 1988
Confesso que nunca me liguei em Fleetwood Mac até pouquíssimo tempo atrás. Resolvi escutar o Greatest Hits da banda e foi uma paixão avassaladora. É o tipo de banda que eu não acredito que não estava presente na minha playlist antes. Cada música deste álbum parece me transportar para outra época. É praticamente uma viagem extra corpórea musical. Minhas faixas favoritas são: Rhiannon e Don't Stop.


E o que não sai da playlist de vocês? Me contem qual é o seu álbum favorito nos comentários.
Mia Fernandes

lista: wishlist #1


Quem me conhece sabe que eu sou a maluca das compras. Não dá pra visitar uma loja (física ou virtual) sem sair balançando uma sacolinha. Muitas vezes faço as compras por puro impulso e acabo ficando sem grana para os meus verdadeiros desejos. Sabe aqueles itens que nós paqueramos há tempos, mas que sempre acabam perdendo espaço na lista de compras para outras coisas? 

Resolvi compartilhar com vocês alguns itens que venho paquerando há algum tempo: 

01. Melissa Ballet II: Tô doidinha por esta coleção há pelo menos um mês. Uma sapatilha que é muito semelhante àquelas que se usam no ballet. Quero a cor azul para dar uma variada nas minhas opções cromáticas. R$ 99,90 na Loja Melissa.

02. Susu Bag: Essa é uma tendência que já está entrando com tudo para este verão. O mais legal é que elas são originárias das tribos indígenas da Colômbia/Venezuela, provando que a moda está em todos os lugares. Estou querendo uma, pois não tenho nada com a cara da estação no meu armário (sou uma garota do inverno). U$ 160,00 na Wayuu Taya.

03. Diana F + Mr. Pink: Em tempos de Instagram, quase ninguém liga muito para fotos analógicas, certo? Errado! Sou apaixonada por lomografia e além de querer muito aprender as técnicas deste estilo fotográfico, também quero muito a minha própria lomo. R$ 261,75 na Lomography.

04. Camisa Pala Bordado Tapajós: Voltando novamente na tecla de que eu não tenho quase nenhuma peça de vestuário que é a cara do verão. Confesso que me apaixonei por esta camisa e quero muito fazer um esforcinho para comprá-la. Nunca fui muito adepta de estampas, mas quero mudar a cara do meu armário.  R$ 349,00 na FARM.

05. T-Shirt He-Man e She-Ra: Sou viciada em camisetinhas, mas percebi que existe um déficit muito sério em meu armário desses itens. Amo demás a She-Ra (um dia ainda quero ir para uma festa à fantasia com o modelito dela) e é óbvio que tô cobiçando está camiseta com todas as forças do meu ser. U$ 24,00 na 80sTees.

06. Pré Maquiagem Photoready Color Correcting Primer: Eu acho que primer é essencial para uma maquiagem bonita e duradoura. Sempre usei um da Boticário (que sempre me trouxe ótimos resultados), mas quero variar e tentar este da Revlon (do qual só ouvi coisas ótimas). A fórmula é oil free, importantíssimo para as garotas de pele oleosa (tal como eu). R$ 72,00 na Sephora.

07. Mint Green Cut Out Neckline Dress: Sou apaixonada pelo estilo vintage na hora de me vestir. Minha mãe vive falando que me visto como uma pessoa dos anos 50 (eu não poderia concordar mais) e por mais que eu quero revolucionar o meu armário, nunca abrirei mãos dessas peças que considero atemporais. Este vestidinho verde ganhou meu coração! U$ 42,42 na Chic Wish.

08. Bolsa Média Spikes Nude: Estou precisando renovar minha coleção de bolsas - que é pequena e já estão bem acabadinhas. No momento, a bolsa desejo é uma de tamanho médio, discreta e que eu possa carregar para diversas situações (passeio com as amigas ou reunião com cliente - quero algo bem versátil). Tô de olho nessa gracinha no tom nude com spikes (outra moda que eu não vou abrir mão quando finalmente passar). R$ 179,00 na Amo Muito.

09. Kobo Glo Pink: Como a boa viciada em leitura que sou, está mais do que na hora de comprar o meu próprio e-reader. Experimentei ler alguns livros no iPad e confesso que curti. Não pretendo largar os livros em formato tradicional, mas o Kobo seria mais uma opção para leitura. R$ 479,00 na Livraria Cultura.

10. Copo de Cerâmica com Tampa de Silicone Batman e Robin: Amo quadrinhos! Também adoro comprar copos/canecas temáticos. Conheci esta loja há pouco tempo e já posso ver minha wishlist triplicando de tamanho com todos esses itens gracinhas que eles vendem. R$ 35,00 na O Segredo de Vitório.

E como anda a wishlist de vocês? Qual item vocês andam cobiçando há tempos? Contem nos comentários!
Mia Fernandes

beleza: minha pele é oleosa e agora?

Estrelando: os melhores amiguinhos da minha pele.
Minha pele é oleosa. Eu nem preciso da opinião de um dermatologista para afirmar tal fato, já que desde a puberdade, enfrento todas as características que constituem a tão temida oleosidade cutânea.

Por conta da genética mara da minha família, eu não sofri tanto assim com espinhas, mas em compensação, ainda duelo com meus poros abertos, cravos e o brilho infernal que coroa o look: dava para fritar um ovo aqui.

Como contei brevemente em meu post de introdução, nunca fui muito ligada em estética e sempre usei tudo errado. Produtos que definitivamente não eram recomendados para a minha pele e que mais estragavam do que ajudavam.

Aí resolvi que estava na hora de preservar a bênção da genética familiar (vovó faleceu sem nenhuma ruga no rosto) e fiz umas comprinhas em um catálogo da Avon para começar minha reeducação beauté. Optei por uma marca mais popular, pois além de ser financeiramente mais viável para o meu bolso, também creio que ainda não é o momento de me aventurar com marcas que ainda são desconhecidas por mim.

Em primeiro lugar, queria deixar bem claro que apesar do meu comentário no início do texto, ainda acho extremamente importante consultar um profissional da área para entender melhor sua pele. Os produtos listados aqui funcionam muito bem comigo, porém, não sei como eles se comportarão com outros tipos de pele:




Avon Solutions: Balance Day Este é o único produto da lista que uso diariamente, faça chuva ou faça sol. Acordo, lavo o rosto e passo o produtinho que nunca me abandona na pele. Sei que as mulheres com pele oleosa evitam à todo custo os hidratantes, porém existem fórmulas completamente oil free que são ideais para o nosso tipo de pele (viva!).
O Balance Day faz parte da linha Solutions da Avon e foi criado para peles mistas e oleosas. Além de reduzir consideravelmente o aspecto óleo de frigideira do nosso rostinho, ele ainda dá aquele efeito mate que nós tanto sonhamos em ter. Além de tudo, essa belezura tem FPS 15 e como o nome sugere, deve ser usado durante o dia.

Avon Solutions: Balance Night Quando chego em meu adorável lar e não estou cansada demais para cuidar da minha pele, lavo o meu rosto e retiro todo e qualquer resquício da maquiagem do dia. Aí é que entra o Balance Night. Gosto bastante dele por ser em gel (torna muito mais fácil de aplicar e reduz um pouco minha paranoia do "minha cara vai ficar toda oleosa, socorro!"). Desde que comecei a usar ambos produtinhos, senti que a oleosidade diminuiu bastante (tem certos dias em que nem dá pra dizer que tenho este tipo de pele). O ideal é usar ambos para ter melhores resultados.  

Bloqueador Solar Facial Avon Sun FPS 50 Além de oleosa, também sofro por ser assustadoramente branca e dona de uma pele sensível. Tenho histórias muito tristes sobre algumas queimaduras que o sol me provocou ao longo dos anos, por isso, é de se espantar que eu nunca tenha usado bloqueador solar fora da praia. Apesar de estar viciada em cremes anti-idade, creio que não existe nada mais eficaz que um bom e velho protetor para preservar a juventude da nossa pele. Com a chegada do verão, tratei de adquirir um bloqueador que tento usar diariamente. O melhor de tudo é que o Avon Sun é oil free. Recomendo muito!

Renew Vitale Gel de Limpeza Facial Desde que era mais nova, sempre brinquei com o fato de que gostaria de ganhar Renew no meu aniversário de 25 anos. Todos meus amigos sempre acharam muita graça do fato, mas a verdade é que sempre falei sério. Comecei pelo gel de limpeza facial que uso especialmente para ajudar na remoção maquiagem. Quando não estou com pique para enfrentar um segundo banho diário, uso este produto para me livrar de quaisquer resquícios da make e tô adorando!
Renew Vitale Gel Creme Anti-Idade Para a Área dos Olhos Os primeiros sinais de que a idade finalmente chegou (e veio batendo forte o tambor) está nos meus olhos. Tento usar este produtinho com bastante frequência, mas creio que o resultado deste seja ao longo prazo. Por enquanto, ainda nem deu para sentir a diferença, mas vamos aguardar o futuro para ver como a região dos meus olhos envelhecerão (confesso todos os dias que rezo para que seja um resultado bem positivo).

E vocês, meninas? Quem aí também sofre com a pele oleosa? Mais alguém já está vidrada nesses creminhos anti-idade? Quero saber o que vocês usam também.





Mia Fernandes

literatura: o que estou lendo #1


Sou fã de carteirinha do Stephen King desde o primórdio do meu interesse pelo terror como gênero. Ainda me lembro do nosso primeiro encontro, na biblioteca da escola. Eu tinha catorze anos, meu interesse literário girava em torno de princesas fictícias e bruxos em uma escola de magia.

Aí eu encontrei O Iluminado em uma das prateleiras. Foi paixão instantânea. Desde então, terror se tornou um dos meus gêneros favoritos e Stephen King, ganhou o merecido lugar de escritor favorito em meu coração.

Este é o primeiro livro de não-ficção do Mestre (creio que ele merece o título) e é uma visão mais aprofundada no universo do terror/horror. Paquerava este livro há tempos, mas nunca tive coragem de comprá-lo por seu preço salgadinho (Oi, Livrarias do meu Brasil! Vamos colocar os livros do SK em promoção com mais frequência? É uma ótima pedida!), mas tirei o escorpião do bolso e comprei essa belezura pela Livraria da Folha.

Semana passada ele chegou aqui em casa e já comecei a leitura. Durante as 50 primeira páginas, já percebi que ele faz referência à diversas obras e é bom levar um bloco de notas junto, pois você irá querer ler/assistir/devorar tudo que ele indicar (afinal, o cara manja do assunto).

Até agora está sendo uma leitura bem proveitosa e agradável. Recomendo para todos que gostam de sentir aquele arrepiozinho na espinha!

Dança Macabra é o primeiro livro de não-ficção escrito por Stephen King. Nele, Stephen passa um pente fino no entretenimento do horror dos anos 50 aos anos 80. Aqui, ele debate sobre os filmes, livros, gibis, seriados, e tantas outras formas usadas para expressar os sustos e divertir os ansiosos por sangue. Do pior ao melhor, King vai desconstruindo cuidadosamente as obras de que fala a respeito, explicando cada detalhe minuciosamente. Um verdadeiro almanaque do terror escrito pelo único que entende verdadeiramente do assunto.

Título Original: Danse Macabre
Ano de Publicação (Original): 1981
Editora: Suma das Letras 
 
Mia Fernandes

inspiração: just the two of us


Sou apaixonada por fotografia. Comprar uma câmera semiprofissional é um item que está em minha lista de desejos há anos (e que eu pretendo realizar, impreterivelmente em 2014). Entretanto, enquanto vocês não podem ver meus cliques por aqui, vou apresentar para vocês um trabalho muito legal do Klaus Pichler que une minha paixão por fotografia com outra coisa que amo: cosplay.


Esta série se chama Just the Two of Us e retrata pessoas fantasiadas como seus personagens favoritos em atividades do dia a dia em seus respectivos lares. Separei alguns dos meus favoritos para que vocês possam conferir abaixo:


Mia Fernandes

conversas imaginárias: uma introdução


 Este blog nasceu da minha vontade constante por mudanças. Entretanto, confesso que sempre tive certo receio em dar o primeiro passo.

O novo é assustador, intimida e muitas vezes viola. Talvez seja por este motivo que postergo tantas decisões importantes.

Deixa para depois. O depois é um mistério, indefinido e as possibilidades acalentam meu coração medroso.

Porém, os anos se passam, as alternativas se esgotam e repentinamente, você se vê no meio de uma berlinda: ou você decide ou fica estagnada para sempre.

Então, resolvi que estava mais do que na hora de iniciar pequenas revoluções em minha vida. Este blog é meu rompimento oficial com a inércia criativa.

Aqui no Conversas Imaginárias, vocês poderão acompanhar um pouco da minha vida, dos meus gostos - e desgostos. Espero que esta jornada seja proveitosa para todas as partes!

Como acredito que todo post introdutório deveria respeitar sua função mais básica (a.k.a introduzir esta que vos fala para o mundo), separei 10 fatos que vocês precisam saber para me conhecer melhor (e já ter uma prévia do que esperar por aqui). Aproveitem!


01. Não sou muito vaidosa. Nunca fui muito ligada em cuidados com a pele, cabelos ou com a minha aparência em geral. Entretanto, tenho planos para iniciar uma reeducação da minha beleza. Com a chegada dos meus 25 anos, percebi que meu corpo está finalmente demonstrando os resultados de todos estes anos de péssimo tratos. Está na hora de tomar vergonha na cara e desenvolver um senso de amor pela minha estética.

02. Sou viciada em livros. Ninguém pode me deixar sozinha em uma livraria que volto apenas cinco horas depois, com mais compras do que braços para carregá-las. Também tenho esse sonho de me tornar uma escritora de verdade em algum momento da minha vida. Mas sinto que ainda me falta um pouco de disciplina e aperfeiçoamento. 

03. Adoro música! Sou bem eclética, não tenho quase nenhum preconceito musical e acho que a música reflete meu estado de espírito no momento. Gosto de pensar que minha vida tem trilha sonora! Também sou a louca das mixtapes, um fato que creio que será bem recorrente nesse blog.

04. Trabalho como Analista de Mídias Sociais. Sou apaixonada pela minha profissão, pois acredito que ela envolve duas coisas que aprecio muito: seres humanos + internet. Acho incrível o jeito como encontramos para nos comunicar e trocar experiências por aqui. Uma das minhas metas é me tornar uma profissional mais completa e competente. 

05. Gosto muito de comida. Estou dando os meus primeiros passos para aprender a ser uma cozinheira (já posso incluir culinária mexicana, cheesecake e cupcakes nas minhas especialidades), mas também quero conhecer mais sobre os alimentos em si. 

06. Sou maluquinha por cultura popular. Creio que de todos os fatos, esse é o que vocês vão poder comprovar com mais frequência, então nem vou me prolongar muito neste quesito.

07. Amo cervejas! É definitivamente minha bebida favorita. Estou em uma fase que quero experimentar novas marcas e conhecer um pouco mais sobre cada uma delas. 

08. Sou muito perfeccionista. Mas acho que essa regra não se aplica a todos os aspectos da minha vida (por exemplo, meu quarto não é um dos mais arrumados, mas meu computador beira o TOC). 

09. Adoro aventuras, mas confesso que sou um pouquinho medrosa. Uma das minhas metas é sair um pouco da rotina e buscar novas formar de me aventurar - que não envolva nada que possa prejudicar minha integridade física ou mental. 

10. Não sou muito organizada financeiramente. Geralmente, sempre estou dura no final do mês e quando vejo, meu salário já está todo comprometido. Quero mudar esses hábitos urgentemente e me tornar mais responsável - e guardar uma graninha para as vontades mais caras. 

Foi um pouco complicado juntar tais fatos, mas acho que vocês já podem ter uma boa noção da pessoa com a qual vocês lidarão. Quem quiser me conhecer melhor, pode visitar meus perfis nas redes sociais (listados ao lado direito) e não tenham medo de puxar um papo!

Até a próxima!  =)

Mia Fernandes